1917

parte 1

  • p. 67

E essa teve com J. Carlos alguns dias de glória nas páginas da “Careta”. Um facto de grandes consequências para a pintura no Brasil deve ser assignalado nesta rapida resenha: a mudança de direcção da Escola Nacional de Bellas Artes.

1922

  • p. 64

Proliferaram em seguida as revistas illustradas, os jornaes diarios abriram margem para os commentarios do lapis, por iniciativa do “Jornal do Brasil”, e agora temos uma phalange de humoristas apreciável em qualidade: J. Carlos, …

1941

UT Libraries 2008

1943

Variedades

  • p. 125

FEIRA DE ARTE MODERNA

Os artistas brasileiros estão mobilizados para o esforço de guerra do país e, sobretudo, para a luta anti-nazi-fascista. Uma demonstração cabal da posição em que eles se encontram é a Feira de Arte Moderna, realizada no salão da Associação Brasileira de Imprensa, certame promovido pela Liga de Defesa Nacional, com o concurso de inúmeros pintores, desenhistas e caricaturistas. Para dar maior relevo e brilhantismo à exposição, a Liga de Defesa Nacional organizou um curso de palestras, a cargo de conhecidos escritores, sobre assuntos relacionados com a campanha anti-eixista. A conferência inaugural foi confiada ao Sr. Cláudio Manuel da Costa, que falou sobre “A arte na Defesa do Brasil”. Entre outras coisas, o orador afirmou que “o que interessa nesta guerra não é o carater da arte que se manifesta durante a peleja, mas sim o resultado final desta”. E acrescentou: “A destruição do arrogante Africa-Korps, o avanço dos russos, as vitórias do Pacifico, tudo isto deve ser para cada artista uma vitória de sua arte, se sua arte for progressista e visar um ideal de livre exame e de livre expressão”. Prosseguindo, asseverou: “As tarefas imediatas para qualquer artista de qualquer arte são a de uma luta sem tréguas, tanto no plano objetivo como no subjetivo”. Depois de salientar que a arte de guerra não interessa, o conferencista concluiu: “Pintura de antigo combatente é coisa vazia e não satisfaz o programa. O que é preciso é vencer a guerra e destruir o Eixo. É trabalhar para Isso, dentro do programa das reivindicações das democracias. Nós …

Anúncios