1950

Em 1950, realizou-se, no Rio, a grande exposição retrospectiva de sua obra e o Ministério da Educação editou álbum de seus desenhos. J. Carlos foi um mestre de seu ofício e sua obra é, como as de Debret e Rugendas, um quadro de costumes, e, como a de Agostini, uma crítica social e política.

Anúncios