1991

Visão

UT Libraries 2008

  • p. 58

Exposições

Exposição recupera genialidade e estilo do cartunista J. Carlos

Quando apareceu pela primeira vez, em novembro de 1942, O cruzeiro ganhou a capa da revista semanal Careta. A ilustração trazia dois cidadãos com uma nota na mão e o seguinte diálogo: Coitadinho, é o cruzeiro.

  • p. 59

Admirava cariocas atraentes e melindrosas

COTIDIANO

A política e o Carnaval faziam parte da visão de J. Carlos de um Brasil encantador, que foi me desvanecendo depois dos anos 40

Domínio público – Com produção intensa e diversificada, o caricaturista nunca se preocupou em formar um acervo dos seus originais, muitos deles esquecidos ou perdidos nas redações em que trabalhou. Seus desenhos ilustraram várias revistas semanais e mensais que surgiram entre a década de 10 até o dia da sua morte em 1950, provocada por um derrame cerebral em plena redação da Careta, enquanto conversava com o músico João de Barro Tio Sam — Oh!.

Quase na mesma época, o Museu da República, no Rio de Janeiro, decide montar uma exposição permanente com as caricaturas …

Como é que muita gente diz que a capital está em estado lastimável?”. Seis meses depois, ele assinava a capa da revista, criava seis ou sete ilustrações por edição, fazia vinhetas e até mesmo alguns anúncios publicitários. Incansável, J. Carlos — nascido em junho de 1884, no bairro de Botafogo — tornou-se um historiador da vida cotidiana brasileira. Transferiu-se para publicações como O Malho, O Tico-Tico, Século XX, Ilustração Brasileira e Para Todos para trabalhar ao lado de …

A experiência deu novo impulso à carreira do caricaturista, que muda-se para a Fon-Fon!, revista dirigida pelo simbolista Jorge Schmidt , até que surge a publicação mais importante da época, a semanal Careta, que o contrata como desenhista exclusivo em 1908.

Isso, no entanto, não impediu que tempos depois chegasse por aqui o filme Alô amigos, cujo personagem principal era o papagaio Zé Carioca, retrato esculpido e encarnado daquele louro criado pelo caricaturista para a mostra do DIP (Departamento de Imprensa e Propaganda).