Nos primeiros anos de carreira Alceu Penna (1915-80) parecia se inspirar nos desenhos de J. Carlos, sendo um grande admirador de seu trabalho. Erté e J. Carlos eram nomes presentes na estante de Alceu Penna. É evidente a influência de Erté e J. Carlos nos desenhos de Alceu Penna, mais precisamente, no início de sua carreira, na década de 1930, e, também, nos croquis para shows e cassinos. A forma do rosto arredondada, as sobrancelhas finas, os olhos ligeiramente puxados, e a boca pequena são características comuns em ambos os ilustradores e detectadas nos desenhos de Alceu Penna. Um ponto em comum fizeram figurino e Carmen Miranda.

Ziraldo

Sei – por informações e pesquisas – da importância de J. Carlos para sua época, com seus almofadinhas e suas melindrosas; conheci o trabalho de Péricles, com o seu Amigo da Onça, mas estou seguro de que, nem um nem outro, conseguiu com seu desenho agir sobre o modo de ser do brasileiro, determinar maneiras de comportamento, de sentir, de escolher, de vestir. Em suma: criar uma moda brasileira.

1983

Veja – ed. 775

  • p.  121

As “Garotas do Alceu” estão na memória de mais de uma geração. Na origem, podem ter sido inspiradas pela série das “Melindrosas” de J. Carlos, mas logo tiveram uma importância maior do que suas precursoras.

1997

UT Libraries 2008

Alberto Dines

O MUNDO DAS GAROTAS NA PENA DE ALCEU

Ilustrador esmerado, convertido por força das suas criações em figurinista, Alceu Pena apresenta nas páginas de O Cruzeiro a substituta das “melindrosas” de J. Carlos. As Garotas de Alceu …

2004 e 2011

Gonçalo Junior

A primeira ideia que lhe passa pela cabeça é procurar seu grande ídolo, José Carlos de Brito e Cunha, J. Carlos (1884-1950) – consagrado depois como o mais importante e influente artista gráfico brasileiro do século XX. Alceu o considera um desenhista completo e aquele que mais o fez se interessar pelo desenho. Antes de partir para o Rio, em Curvelo, ele guardou com carinho várias edições de O Malho, O Tico-Tico e Careta com trabalhos seus. Depois de preparar uma série de ilustrações e montar um portfolio, Alceu vai ao encontro de J. Carlos na …

  • p. 50

J. Carlos. Quem sabe poderia arranjar algum trabalho como ilustrador?

Alceu o considerava um artista completo e aquele que mais o levou a criar gosto pelo desenho. Em Curvelo, guardava com carinho várias edições das revistas humorísticas O Malho (1902-54) e Careta (1908-60) e da infantil O Tico-Tico (1905-57) que traziam trabalhos seus regularmente. Pesquisadores e jornalistas que …

  • p. 147

Ele, que já fazia “As Garotas” por influência principalmente das ingênuas melindrosas de J. Carlos e um pouco de Gibson, percebeu que poderia …